Cartas de amor - III

14:09


Eu estava, agora pouco, deitado na grama, olhando para um céu noturno tão estrelado, dá para ouvir os grilos, e sentir um cheiro maravilhoso de mato e terra molhada...

Eu tive que me sentar para começar a escrever.

Eu sinto sim a sua falta. E eu tive dias em que eu pensei que não ia suportar nem mais um segundo, dias em que até meu corpo começou a doer...

Eu não me vejo parando de te amar, eu não me vejo sem o meu amor por você preenchendo meu coração, mas eu desejo que encontremos alguma paz.

Talvez não haja lugar ou tempo para nós. Talvez simplesmente não exista, mesmo.
E a única coisa que realmente importa é o amor que sentimos... É a única posse que o Homem pode realmente ter, ou até aspirar.

Eu quero dormir hoje. Eu quero dormir nesse silêncio abençoado, descansando no meu amor, e eu quero que você faça o mesmo, sem agonia, sem dor, por favor, minha querida.




ENGLISH:
I was just now laid on the grass, looking a very starry night sky, there’s crickets, and a wonderful smell of dewy greens and soil…
I had to sit to start writing.
I do miss you. And I had days where I thought I wouldn’t bear it any longer, where even my body started aching…
I don’t see myself ever stopping loving you, I don’t see myself without my love for you filling up my heart, but I do wish us to find some peace.
Maybe there is no place or time for us. Maybe there just isn’t indeed.
And the only thing that really matters is the love we feel… It is the only possession men can really have, or even aspire for.
I want to sleep today. I want to sleep on this blessed silence, resting on my love, I want you to do the same, without agony, without pain, please, my sweet.


Ron Hicks Art 

You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images

Subscribe