5

11:40

Cinco poemas desta vez 😁😋😌👯





"Eu entendo"
Palavras de um feitiço 
que move toneladas 
não vistas
que aquece um quarto
devastado por uma tempestade de gelo
por causa de uma única janela pequena
deixada aberta
Uma poção
na nossa saliva
Uma pílula nas camadas da pele da palma da mão
Que você pode engolir para salvar o outro









Por que, entre tantos barulhos, buzinas, batidas, e pingos, e gritos, você escolhe não me dizer o que seus olhos vêem quando descansam em mim assim?
Você não sabe o que o seu silêncio faz com meu coração quebradiço?
Você sabe o que ouvir o som do seu coração poderia fazer?
Sua música
Suas palavras
Ao invés disso você me deixa com o não saber
Com esse tipo de silêncio que ninguém aprecia
Deixando cicatrizes de possibilidade
Ele poderia ter se importado comigo
Mas nem mesmo se importou o suficiente para me falar a tradução dos seus olhos
Nós não falamos a língua do olhar um do outro
E nós não falamos









Não há nada feio 

na idade
As marcas no seu corpo são mapas
e linhas
para seguir
Você tem procurado por elas sua vida toda








Você está bem? Me perguntam
Sim, tudo bem
Só ando ocupada (inserte piada boba com tom de voz apropriado para causar risadinhas ou até gargalhada) quando a verdade seria algo como:
Ah eu tenho tido pensamentos suicidas de novo, entre outras merdas que ando pensando, mas você não pode me ajudar mesmo... para quê? Tudo bem, as coisas são assim, fazer o quê...
E o Clube das Pessoas Tristes aprecia sua gratidão pelo nosso esforço para não te deixar desconfortável (pequena reverência)
Assinado: Clube das Pessoas Tristes







Os ricos

Os belos
Eu não quero me parecer com eles
Eu sei onde sua beleza e seu ouro se banham a noite
O que eles comem antes de ir para a cama e cair no sono
Eu vi a comida que egos desejam
Eu vi como te come por dentro também
enquanto se alimenta
E posso imaginar que seja comida incrivelmente cara
Para outros produzirem também
E respinga neles e queima
queima








English:



"I understand"
Words of a spell
that moves tons
unseen
that warms a room
devasted by winter storm
just because of one only tiny window
left open
a potion
on our saliva
a pill on the layers of our hand's palm
that you can swallow to save the other




The rich ones
The beautiful ones
I don’t want to look like them
I know where their beauty and gold bathes at night
What they eat before going to bed and falling asleep
I’ve seen the food egos crave for
I’ve seen how it eats you from inside too
While it feeds
And I can guess is amazingly expensive food
For others to produce too
And it spills on them and it burns
Burns




Why, among so many noises, honks, and crashes, and drips, and screams, do you chose not to tell me what your eyes see when they rest on me like that?
Don’t you know what your silence does to my cracking heart?
Do you know what hearing to the sound of your heart could do?
Its music
Its words
Instead you leave me with the not knowing
With this kind of silence no one cherishes
Leaving scars of possibility
He could have cared for me
But didn’t even care enough to say the translation of his eyes
We do not speak each other’s eyes languages
And we do not speak




Are you ok? I get asked
Yes I am fine
I've just been busy (insert silly joke with appropriate tone of voice for inevitable giggle or even laughter) when the truth would be something like:
Oh I’ve been having suicidal thoughts again, among other shit I’m thinking, but you can’t really help me so… why bother? It’s okay, just how things are, what you gonna do…
And The Sad People Club appreciates your thankfulness regarding our efforts to not make you uncomfortable (little bow)
Signed: The Sad People Club



There is nothing ugly
in age
The marks on your body are maps
and lines
to follow
You've been looking for them your whole life




You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images

Subscribe